segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O canto do Glória

Atualmente a maioria das nossas comunidades não se tem cantado o Glória conforme o previsto pela liturgia. Normalmente tem se cantado “cânticos de glória” ou cânticos de louvor alegres e festivos. Os mais comuns são: “Glória, Glória ao Pai Criador, ao Filho redentor e ao Espírito: glória” ou, “Glória a Deus, Glória a Deus, Glória ao Pai...”, ou ainda, “Canto louvores ao Pai, canto louvores ao Pai a Ele louvores e glória”. Com isso tem se esvaziado o que a liturgia da Igreja propõe para este momento e tem-se deixado de lado um belo texto, rico em conteúdo, dos primeiros séculos da Igreja.


Os cânticos que citei acima podem ser cantados em outros momentos comunitários, porém, na Missa eles não são convenientes. Muitos justificam o seu uso dizendo que eles são cânticos trinitários: glorificam ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. No entanto, essa justificativa é fruto de uma catequese litúrgica equivocada difundida nos últimos tempos, que afirma que o Glória da Missa deve ser um canto trinitário. Alguns sacerdotes, inclusive, rezam a jaculatória “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo...” neste momento da Missa!!! O Estudo 79 da CNBB sobre a Música Litúrgica no Brasil diz claramente: “O Glória... não constitui uma aclamação trinitária”[1].


Vejamos então o que diz a Instrução Geral sobre o Missal Romano a respeito do glória que constitui por si mesmo um dos rito da Missa:


“O Glória é um hino antiqüíssimo e venerável, pelo qual a Igreja, congregada no Espírito Santo, glorifica e suplica a Deus e ao Cordeiro. O texto desse hino não pode ser substituído por outro[2]. Entoado pelo sacerdote ou, se for o caso, pelo cantor ou grupo de cantores, é cantado por toda a assembléia, ou pelo povo que o alterna com o grupo de cantores ou pelo próprio grupo de cantores. Se não for cantado, deve ser recitado por todos juntos ou por dois coros dialogando entre si.


É cantado ou recitado aos domingos, exceto no tempo do Advento e da Quaresma, nas solenidades e festas e, ainda em celebrações especiais mais solenes”[3].

Este hino não tem vinculação alguma com o ato penitencial. Eles constituem dois cantos rituais distintos. Por isso, não é correto fazer o seguinte comentário para o Glória: “Agora que já fomos perdoados, vamos nos alegrar e expressar a nossa gratidão a Deus pelo perdão recebido cantando o glória”.


A seguir apresento uma sugestão para este canto ritual que segue a letra proposta pelo Missal Romano, é de fácil execução e fácil de ser aprendido pela comunidade.



Faça do download da cifra desta música clicando no link abaixo:

Cifra - Gloria a Deus nas alturas


"Gloria a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens de boa vontade" (Lc 2, 14)

Ronaldo Vicente
08/2009

[1] A música litúrgica no Brasil. Estudos da CNBB 79,n.308.

[2] Grifo nosso.

[3] IGMR. 3ªed. n.53.

8 comentários:

  1. Boa tarde!

    Parabéns pelo seu empenho e trabalho no domínio da música litúrgica.

    Aproveito para divulgar alguma música litúrgica que eu gosto, não sei se gostará mas passo a divulgar. Cumprimentos!

    http://www.youtube.com/watch?v=w41tHdDKdDA&feature=PlayList&p=AC7B1E25A5492A48&playnext=1&playnext_from=PL&index=3

    ou: www.maestrojoaquimdossantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Preciso gravar esse GLORIA para ensaiar com meu grupo de música, poderia me enviar por e-mail. Já tenho letra/cifra, preciso só da música.
    Grata
    Marcia Demiciano
    marciademiciano@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Ronaldo pelo Blog. Que Deus continue abençoando cada vez mais a sua caminhada rumo a um mundo presenteado pelas suas palavras e escritas... Deus vos abençoe!

    ResponderExcluir
  4. A partitura não está de acordo com a música no youtube, tem notas faltando

    ResponderExcluir
  5. Sou da Comunidade da Matriz Sao Francisco de Assis de Nova Mamore Rondonia canto todos os 3º
    Domingo junto com a minha Amiga Agripina,temos dificuldades em hinos de gloria e Santos, por favor nos envie alguns. ficamos no aguardo. abraço

    ResponderExcluir
  6. na minha opinião so faltou o gloria da canção nova

    ResponderExcluir
  7. Não é só um comentário, mas é também um pedido. Gostaria de receber via e-mail a partitura deste Glória a Deus nas Alturas, visto que é lindo e eu, de tanto ouví-lo, já sei cantar, mas necessito da partitura para ensiná-lo à minha comunidade paroquial para ser cantado nas missas dominicais, pelo que ficarei muito agadecida.
    Maria Lioza de Araújo Correia
    lioza.correia@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa,muito obrigado porque o padre da nossa paroquia ja esta cançado de pedir para cantar o Gloria e eles so cantam aquele...sabe?"ao Pai o criador do mundo...? Abraços.

    ResponderExcluir